Add ad here

LITERATURA

IDENTIDADE

Preciso ser um outro para ser eu mesmo Sou grão de rocha sou o vento que a desgasta sou pólen sem insecto e areia sustentando o sexo das árvores Existo, assim, onde me desconheço aguardando pelo meu passado receando a esperança do futuro No mundo que combato morro no mundo por que luto nasço.

Ler MAIS

Grito Negro

Eu sou carvão! E tu arrancas-me brutalmente do chão e fazes-me tua mina, patrão. Eu sou carvão! E tu acendes-me, patrão, para te servir eternamente como força motriz mas eternamente não, patrão. Eu sou carvão e tenho que arder sim; queimar tudo com a força da minha combustão. Eu sou carvão; tenho que arder na […]

Ler MAIS

Moçambique

Quando me sento descalça sobre o sapato do menino pobre que me enche o pé muito mais que outro qualquer me lembro que existir não é sozinha é com toda gente. E me lembro que tenho de embebedar-me de ti Moçambique Porque tenho saudades de mim

Ler MAIS