A TUA LETRA

[1º Verso]
Às vezes me pergunto se eu casei, com minha inimiga e eu não sei
Me marcas, me colas, me fechas demais
Estou com os meus amigos não queres, tento ficar contigo chateias
E quando saio um pouco me ligas
Para saber onde estou e com quem
Qualquer dia zango e meto a mão na tua cara
Baby

[Coro]
Tenta controlar o teu ciúme
Eu não sou tua propriedade
Qualquer dia vais ficar sozinha
Porque eu já cansei
Dos teus ataques

[2º Verso]
Sempre que chego à casame farejas
Mexes meu telefone para stressar
De cara trancada recebes minhas visitas
Eu sempre tive amigos e amigas antes de estar contigo já vivi
Venho de uma família, tu também

Se não viciares baby
Vais me perder

Eu preciso, respirar

[Coro]
Tenta controlar o teu ciúme
Eu não sou tua propriedade
Qualquer dia vais ficar sozinha
Porque eu já cansei
Dos teus ataques

PARTILHA

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

PUBLICIDADE