Advertisements

A TUA LETRA

[Cântico “Não Fiqueis Tristes” de José Pedro Martins]

[Estrofe 1: M.A.X]
Queria poder dizer pra não chorares mais
Que, a minha partida, não é pra lamentares
Momentos de sossego não se fazem mais nesse mundo
E finalmente posso descansar em paz
Lembras daquelas dores que eu sentia sempre
Foram-se todas definitivamente
Vou andar um bocadinho ausente
Mas deixo convosco o meu coração e a minha mente
Mais do que grato pela vida que tive
Vocês fizeram dela mais linda que triste
Vivam felizes e aproveitem cada segundo
Ao lado de quem amam, menos separados e mais juntos
E não se prendam a coisas mesquinhas
Sempre que puderem, apoiem quem precisa
Queria ter vivido mais, só não tive sorte
Mas vos peço que não chorem pela minha morte

[Coro 2X: Sodoma e M.A.X]
Porque enquanto estive vivo pude aproveitar
Então não chorem pela minha morte
Hoje parto em paz e não há motivos pra chorar
Então não chorem pela minha morte
Eu vos peço que se juntem mas pra celebrar
Então não chorem pela minha morte
A vida é muito curta para lamentar
Então não chorem pela minha morte

[Estrofe 2: Sodoma]
No dia do descanso eterno a poucos minutos da cova
Oiço uma voz que vem em coro e me acorda
Expressões de tristeza é o que vejo a minha volta
Sorrisos disfarçados em sentimento de revolta
Vejo uma multidão, e todos concentrados
Desde putos a idosos, todos misturados
E perto do caixão estão os mais chegados
Os que vieram conferir estão todos ocupados
A fazer fotos pra poder postar
A ideia é pôr o people todo a comentar
Do outro lado vejo os meus niggas a chorar
E a cota angustiada com falta de ar
E ela pede a Deus pra que o miúdo volte
Mas eu sei que ela aguenta, ela é muito forte
Pra muitos foi azar, pra outros mera sorte
Eu só vos peço que não chorem pela minha morte

[Coro 2X: Sodoma e M.A.X]

Estrofe 3: Machine]
Mãe, não chora, meu nigga, não chora
Meu corpo é só um corpo, minha alma não vai embora
A vida continua, a dimensão é que é outra
A vida continua, a versão é que é outra
E de alguma forma sempre hei-de estar do vosso lado
Todos vossos movimentos, fico a ver do espaço
Não é a morte que vai cortar o nosso laço
Já agora me desculpem pelos meus fracassos
A quem magoei sorry
A quem sem querer eu humilhei I’m sorry
Meus cotas, meus irmãos, meus friends
Minha baby um dia vamos estar juntos again
A morte é um mistério, mas não tenho medo
Até que já tinha visto este cenário mais cedo, trippy
Pra uns foi azar, pra outros foi sorte
Eu só vos peço que não chorem pela minha morte

Advertisements

PARTILHA

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

PUBLICIDADE