Advertisements

A TUA LETRA

[Intro: Discurso]

“Os Kappacetes Azuis em nome das Nações Unidas pedem a toda gente aqui presente as mais sinceras desculpas pelo chamado repentino a este encontro clandestino. Acreditamo que muitos de vocês devem estar interrogados sobre o que vocês têm em comum e porque foram convidados para esta operação. Soldado Puzzle?”

“Sim comandante”

“Explica a situação”

 

[Puzzle]

Vocês representam as mais diversas, áreas de arte

E constatamos que a arte é maior arma de defesa

Contra, quem periga a nação

E não se importa quando o povo se revolta porque a greve é uma peregrinação

Esse sistema, que nos deixa na miséria e manipula gente analfabeta

E enche-a de promessas, por outras e por estas

Juntemos nossas armas num ataque que releva a nossa indignação

Um grito de revolta unia os artistas numa tropa, munida com suas obras

Movida por uma força rara, dos heróis de outrora que se foram

Dando a vida pela nossa pátria

O exército era big, eram Tropas do Futuro, Legião Vermelha e Esquadrão de Elite

Auto Squad, Squad Boss, Base 669, Soldados da Paz e forças da Soldiers Camp Click

Alguns guerreiros vindos da tribo de Naftali

Dinguizwayu, S Gee, Soldier Letal e G2

Armados com Escopetas, Escudos e Azagaias

Mad Guns, Arma do Silêncio e 9mm

Tínhamos posse de típicos explosivos tipo Da Bomb

E Dinomite em nossos domínios

Neurotoxina, Carbono e Kloro, vindos do laboratório

Como armas de tóxicos químicos

Toda a arte era artilharia, e mais ainda tinha no Paiol Sonoro e Paiol de Rimas

E ainda vinha Next Tribo e Device

E o Sistema Aliado que abrangia a lusofonia

Num Kazulo estava o bloco operatório

Shakal passa a palavra, difundindo as nossas regras

Mancebos M-Eighteens prontos para ir à guerra

Psycho evitem perdas, ligue para 911 em casos de emergência

 

[Discurso]

“Atenção, the Genius  com o apoio de Prolific Brains

Simba, Point Blank, Big-L, LKF e Female MC’s

Chegaram ao consenso de que a operação

É «Revolução Através de Palavras»”

 

Segui-se o conselho, que tinha  bom senso

O ataque é verbal sem sangue no chão é o consenso

O conceito “Guerra Fria” aqui se ajusta

Inspirado em Valete o plano é o fim da ditadura

Religious Masters abençoava o plano para acção

Foi tanta explanação, fim da preparação

A noite é uma criança, Gina Pepa sublinhava

Que era noite de vingança e trazer liberdade para a nação

Iniciava a operação, o Aza fez a marcha que fez as massas juntarem-se a esta causa

Cada face transportava um olhar de esperança

Que mostrava muita raiva e ânsia de acabar com a exploração

Vata biwa lani, disse a Magnezia

Notando que a estratégia para o ataque era perfeita

Tínhamos homens do underground na superfície

E os posicionados nos Arranha-Céus para casos de super crise

Rezando com 7 kruzes, conto com as Almas Habitantes 24/7

Como força aérea Black Force está no ar

Duas e Sem na mesma trincheira prontos para lutar

Reforços vinham de comboio prontos para dar punches

E o Singah trouxe o Recruta qua tchaya para o combate

A Rappers Unit mostra que a união faz a força

Nesse instante sem demora começou o ataque

Gpro na Linha da Frente, Mestre Psicólogo

Atacava como exemplo motivando a toda a gente

Em pouco tempo, o confronto atingiu o auge

Por onde a Trio Fam passava devastava só deixava o Kaus

Arsen o Rei da Selva dominava as posições

Em matas, todas conquistadas

Criamos Lirical Explosions em toda a parte

Dominamos cidades apenas com Street knowledge

E o plano prosseguia, Sick Brain mostrava o caminho a seguir

Era o nosso guia, pois andávamos no Túnel do Prime

Era a nossa via, El Nato trouxe uma luz há time, quando a meta não se via

E a meta era o parlamento

O túnel de acesso discreto e directo

Passamos pelos vigias

Todavia, toda a via tinha um sentido único

Direcionado ao nosso golpe de mestria

 

[Discurso]

“Soldado Puzzle, aos olhos da multidão és o melhor para executar este último golpe, pois pela pátria sem exitação, aceitaste dar a vida pela morte. Siga em frente”

 

[Puzzle]

Estou preparado, com ADN dos antepassados

De espírito revolucionário

Aviso-vos tenham cuidado

Entre tantos eu era o mais inconformado

Revoltado com o estado da nação que o Estado tem ocultado

Estando bem ocupado,com artilharia de Linha Pura

Que me faria soldado bem equipado

Trago uma tropa que se torna mais numerosa

Mesmo a Sociedade Anónima dá caras de tão preocupados

Por esta pátria disposto a parar na cova

Como um bom guerreiro ando com Kalashnikov

Eu manifesto contra quem nada resolve

Deste governo eterno e surdo que quando reclamas não houve

Andando a pé a Micro 2 observa de perto o inimigo que não se apercebe

Pois andavam com Face Oculta, dominavam as rádios

Ajudando nesta luta contra os combatentes da fortuna

Usando inspiração noturna de um Muyive

Disfarçado por Shot-B graffitis de uma África livre

Dedo no gatilho, para todo inimigo

Com silenciador na gun, Queens vão soltando tiros

Infiltração bem sucedida, Blood Stan elimina a escolta presidencial e comunica:

«Já matamos 10 agora falta o boss»

MTL no quartel e nesta tomamos posse

Lá fora a força inimiga virou miragem

Perdem tropas por não terem atenção à desminagem

Até agora o nosso ataque foi demolidor

Sinto um Presságio. Hoje será o fim de muita dor

Vejo Flame em todo o lado, DMG canta vitória

Era uma vez a DRP conta que o inimigo virou história

Sem óbitos mas tudo em cinzas

Iveth proclama que é uma batalha vencida

O que é que me incentivava?

Ouvia vozes de almas revoltadas de Craft e Fat Lara

Além de Che Guevara, sou fiel a Fidel

E o meu reflexo mostra que caminho como líder

Izlo avisa que é hora de estar frente-a-frente com este governo

Já estou na porta do parlamento (é agora)

Com aquela Rage de começar uma nova era

Tik-tak arrombou a fechadura e entrou na assembleia

Investidas fatais, com vestígios da revolta no acto

Amarro a todos com as cordas vocais

Hoje vão ouvir à força todas as nossas lástimas

Por afogarem o povo neste nosso vale de lágrimas

São corruptos, falam e não dizem nada

Vendem a pátria com discursos que fartam só criam Náuseas

Porque há desordem aqui, vim por o povo no poder

Cold Man congela as vossas contas bancárias

Vivem como reis mas já há um tempão

Petula reclama que não tem pão

E porque o povo não é burro completamente

Concretamente, darei fim ao descontentamento

Começará da Estaca Zero, uma nova república

E agora é tarde para essas vossas súplicas

Sou kamikaze vou explodir com a assembleia

É o primeiro golpe de Estado com papel e uma caneta

Word!

Advertisements

PARTILHA

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

PUBLICIDADE